Empresa argentina vai investir no Brasil

A UP Offshore Apoio Marítimo, empresa argentina ligada ao armador Ultrapetrol vai investir no Brasil. A empresa, que tem escritório no Rio de Janeiro, já possui em carteira de encomendas para a construção de dez embarcações. Pelo menos quatro delas são barcos do tipo PSV (de apoio offshore) e serão encomendadas junto a estaleiros do Rio, segundo informou o secretário de Energia, Indústria Naval e Petróleo do Rio, Luiz Clóvis de Limaverde. A assinatura do contrato com o estaleiro, cujo nome ainda não foi divulgado, deve ser feita até a próxima semana. Cada barco do tipo PSV custa em média US$ 17 milhões. A previsão é de que a construção de uma unidade deste porte possa gerar em torno de 450 empregos. Como serão construídos na mesma época, as quatro unidades devem ser responsáveis por algo em torno de mil empregos, previu o secretário. A navegação de apoio marítimo, que é realizada por barcos do tipo PSV, que dão suporte logístico a plataformas de perfuração e produção de petróleo offshore, foi responsável em 2001 por um faturamento de US$ 250 milhões de deve atingir a US$ 300 milhões este ano. A Petrobras é a maior cliente brasileira. "É interessante ver armadores de outros países se interessando pela fabricação nacional nesta área", comentou Limaverde. O secretário disse ainda que vem sendo procurado por várias empresas do setor de outros países para negócios semelhantes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.