Empresa chinesa fecha compra da divisão de computadores da IBM

A fabricante de computadores chinesa Lenovo e a IBM anunciaram neste domingo a conclusão da operação de compra da divisão de computadores pessoais da companhia americana, que receberá 1,750 bilhão de dólares no negócio. O acordo, que cria o terceiro maior fabricante mundial de computadores, estabelece que a Lenovo pagará à IBM 650 milhões de dólares em dinheiro e outros 600 milhões em ações da empresa chinesa, que, além disso, terá que assumir uma dívida de 500 milhões de dólares da companhia americana.Deste modo, a IBM passará a deter 18,9% do pacote acionário de Lenovo, com a qual formará uma aliança estratégica para abastecer de serviços e financiamento a empresa chinesa.A compra, que foi acertada em dezembro de 2004 e aprovada pelos acionistas da Lenovo em 27 de janeiro, obteve a autorização do Comitê de Investimentos Estrangeiros nos Estados Unidos (CFIUS, na sigla em inglês) no começo de abril.Com esta operação, uma das maiores compras de empresas estrangeiras por parte de uma companhia chinesa, o grupo Lenovo, que controla um terço do emergente mercado de computadores chinês e é o maior fabricante da Ásia, espera quadruplicar suas vendas para 13 bilhões de dólares.A nova empresa será a terceira maior fabricante de computadores pessoais do mundo, atrás da Dell e da Hewlett-Packard, e terá sua sede social em Nova York.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.