Empresa de Cingapura formaliza acordo de US$ 536 mi com a Petrobrás

Construtora naval STX OSV fechou acordo com a Transpetro para a entrega de oito embarcações

Agência Estado

20 de novembro de 2011 | 13h48

A construtora naval STX OSV Holdings Limited, de Cingapura, comunicou neste fim de semana a formalização de um acordo com a Transpetro para a entrega de oito embarcações, em um valor total de US$ 536 milhões. As unidades serão construídas no estaleiro em desenvolvimento em Suape (PE) e deverão ser entregues entre 2014 e 2016. Além do Brasil, a STX OSV opera unidades na Noruega, na Romênia e no Vietnã.

O acordo entre o grupo asiático e a subsidiária da Petrobrás foi assinado e anunciado em julho do ano passado, mas efetivado somente agora. De acordo com a STX OSV, está prevista a construção de quatro unidades com capacidade para transportar 7 mil metros cúbicos de gás liquefeito de petróleo (GLP), duas embarcações com capacidade de 4 mil metros cúbicos e outras duas unidades com capacidade de 12 mil metros cúbicos.

O grupo STX OSV detém o controle do Estaleiro Promar, o qual será responsável pela construção das embarcações em Pernambuco, e da STX OSV Niterói. O Promar formalizou em julho do ano passado a decisão de construir um estaleiro no porto de Suape, cujos investimentos devem somar US$ 150 milhões.

No mês passado, o grupo STX OSV Niterói teve aprovado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) um financiamento de US$ 226 milhões. O valor será destinado à construção de três navios de apoio a plataformas de petróleo, previstas no programa de ampliação e modernização de frota da Petrobras. Os recursos são provenientes do Fundo da Marinha Mercante (FMM).

Tudo o que sabemos sobre:
naviosTranspetroSTX OSV

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.