Empresa de telefonia não precisará mais distribuir lista

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) decidiu dar às operadoras de telefonia fixa a opção entre distribuírem gratuitamente a lista telefônica impressa a seus clientes ou prestarem, também gratuitamente, todas as informações solicitadas pelo serviço 102. A decisão consta de resolução publicada nesta terça-feira no Diário Oficial.Atualmente, as empresas são obrigadas a distribuir gratuitamente a lista. Mas, caso um cliente use o 102 e peça uma informação que consta da lista, essa consulta será cobrada. Hoje, o 102 só é gratuito quando a chamada é feita de um orelhão ou quando a informação pedida não está na lista. Agora, caso a empresa opte por não mais distribuir a lista impressa, terá de prestar gratuitamente todas as informações.A Anatel lembrou, porém, que as empresas de telefonia são obrigadas a enviar a lista aos cliente que a solicitarem. Nesses casos, porém, esses clientes terão de pagar por consultas ao 102 a respeito de informações que constem da lista.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.