Nilton Fukuda/Estadão
Nilton Fukuda/Estadão

Empresa de TI oferece salário de R$ 3.200 para trainees

Companhia italiana do setor energético também procura candidatos

O Estado de S.Paulo

18 Dezembro 2017 | 05h00

A Enel, maior companhia de energia elétrica da Itália e quinta maior empresa de energia do mundo, está com vagas de estágio abertas no Brasil. Até o próximo dia 22, alunos dos cursos de engenharia de produção, engenharia elétrica, engenharia ambiental, engenharia de telecomunicações, direito, administração, economia, ciências contábeis, comunicação social, jornalismo, serviço social, publicidade e psicologia podem participar do processo seletivo pelo site. É preciso ter formação prevista entre junho de 2019 e agosto de 2020 e disponibilidade de início em fevereiro de 2018. Inglês e espanhol serão considerados diferenciais.

Interessados nas áreas de tecnologia da informação e telecomunicações podem concorrer ao programa de trainee da Acesso. Para participar é preciso ser recém formado ou ter concluído a graduação nos últimos dois anos em uma das seguintes áreas: sistemas de informação, análise e desenvolvimento de sistemas, ciência da computação, engenharia da computação, engenharia de software, engenharia de sistemas digitais, desenvolvimento de software, desenvolvimento para web, engenharia da informação, computação e áreas semelhantes. Além disso, a empresa também exige conhecimentos básicos em C, C++, Java, PHP ou Go e noções de Linux. Os aprovados deverão começar a trabalhar em janeiro de 2018 na região da Berrini, zona sul de São Paulo. Inglês e experiência na área não são obrigatórios, mas diferenciais.

A empresa oferece salário de R$ 3.200, vale-refeição e alimentação, assistência médica e odontológica, estacionamento, auxílio-combustível e seguro de vida. Inscrições pelo site.

Para interessados em trabalhar na área jurídica, o VG&P Advogados (Vernalha Guimarães & Pereira) abriu seu programa de trainee deste ano. Para participar, além de fazer a inscrição pelo site até o dia 14 de janeiro, é preciso ter graduação concluída entre dezembro de 2015 e dezembro de 2017, registro na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e disponibilidade para trabalhar em Curitiba (PR). Os aprovados terão salário de até R$ 5 mil, plano de saúde, auxílio-transporte ou estacionamento, bolsa educação e vale-refeição.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.