Empresa faz feirão de fábrica para enxugar estoque

A retração registrada neste mês nas vendas de eletrodomésticos da linha branca, provocada pela volta da cobrança do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), faz as indústrias buscarem soluções alternativas para desovarem os estoques indesejados, não apenas a redução no ritmo de produção das fábricas.

Márcia De Chiara, O Estado de S.Paulo

29 de maio de 2010 | 00h00

A exemplo do que já fazem as indústrias automobilísticas, a Mabe, que produz fogões, lavadoras e refrigeradores, programou dois feirões de fábrica para o mês que vem. Segundo a companhia, no dia 5 de junho está marcado o feirão na fábrica de Hortolândia (SP). Uma semana depois, no dia 12 de junho, ocorrerá um feirão na fábrica de Campinas (SP).

O objetivo é abrir os portões das fábricas para todos os consumidores interessados, sem restrições, e com isso liquidar os eletrodomésticos considerados ponta de estoque. A iniciativa de feirões de fábrica não é prática comum na indústria de eletrodomésticos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.