Empresa foi uma das primeiras a vender para profissionais liberais

PERFIL

, O Estado de S.Paulo

20 de julho de 2010 | 00h00

Qualicorp,

GESTORA DE BENEFÍCIOS DE SAÚDE

No final da década de 90, José Seripieri Júnior, então corretor independente de seguros, descobriu um mercado que estava nascendo: o dos planos de saúde para pessoas que não têm vínculo empregatício com empresas, como os profissionais liberais. Trata-se de uma categoria que precisa, portanto, arcar integralmente com os custos do atendimento médico. O problema é que os planos individuais - acessíveis a pessoas físicas - sempre foram os mais caros do mercado. O que começou a se desenhar na época foi o modelo de planos coletivos por adesão, em que entidades de classe conseguem negociar grandes volumes com corretoras de modo a oferecer preços mais baratos para seus associados.

Em 1997, Seripieri criou a Qualicorp exatamente para atender a esse público. No ano seguinte, o mercado dos coletivos por adesão começou a ser regulamentado no Brasil. A Qualicorp é, até hoje, líder no segmento. No final de 2008, a empresa recebeu um aporte do fundo americano General Atlantic. Na época, a empresa já atendia entidades como a Associação de Juízes Federais e a Associação Paulista de Medicina. No ano passado, a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) fortaleceu a regulamentação dos planos por adesão, estabelecendo quais entidades podem oferecê-los. O movimento deu maior segurança jurídica ao setor - um incentivo extra para investidores com o Carlyle.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.