Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Empresa inicia obra de refinaria

Petrobrás fará refinaria em PE mesmo sem a PDVSA

Monica Bernardes, O Estadao de S.Paulo

24 de janeiro de 2009 | 00h00

Dias depois de alertar que a Petrobrás vai construir a refinaria de Pernambuco com ou sem a venezuelana PDVSA, o diretor de Abastecimento da estatal, Paulo Roberto Costa, assinou ontem a autorização para a segunda etapa da obra.Com a presença da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, e do governador do Estado de Pernambuco, Eduardo Campos, Costa deu a largada para a construção da casa de força da Refinaria Abreu e Lima, um investimento de R$ 960 milhões e que vai gerar 150 megawatts para a unidade. A visita foi feito à noite O diretor havia informado esta semana que a PDVSA não quer atrelar o preço do petróleo venezuelano que estava previsto para ser utilizado na refinaria ao preço do mercado internacional, como quer a Petrobrás, criando um impasse nas negociações.O acordo de acionistas e o estatuto da refinaria já foram assinados, segundo Costa.O investimento previsto para a unidade gira em torno dos US$ 4 bilhões, segundo levantamento em 2006, valor que poderá ser revisto no Plano de Negócios 2009-2013. A Petrobrás tem 60% do capital na refinaria e a PDVSA o restante. Já o fornecimento de petróleo seria fornecido meio a meio por cada companhia para processar 200 mil barris por dia.A principal expectativa do governo de Pernambuco era de que após a visita a ministra assegure recursos para as obras de derrocagem e dragagem do porto interno de Suape, no valor de R$ 240 milhões. A obra será ainda complementada com um trabalho de reforço dos dois cabeços do molhe interno, serviço estimado em mais cerca de R$ 100 milhões.A ideia de visitar o canteiro de obras à noite foi do governador para mostrar à ministra que as obras não param nem à noite. Nos bastidores, no entanto, a informação era de que a visita ocorreu nesse horário para evitar que a ministra - que passou há pouco por uma operação plástica - tomasse sol.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.