Empresa mexicana já pediu anuência para compra da Embratel

O presidente da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), Pedro Jaime Ziller, informou hoje que a empresa mexicana Telmex protocolou, ontem, na agência, uma solicitação de anuência prévia do órgão para compra da Embratel. A Telmex teve sua proposta aceita pela controladora da Embratel, a americana MCI, mas a operação ainda está sob análise do Tribunal de Falências de Nova York, uma vez que a MCI está em processo de concordata. Ziller deu a informação em reunião da Comissão de Ciência e Tecnologia da Câmara, que a princípio seria apenas uma visita de cortesia, mas se transformou numa espécie de audiência pública. Os deputados estão fazendo uma série de questionamentos sobre a venda da Embratel. Ziller disse a eles que a Agência não pode se pronunciar sobre hipóteses e que, portanto, tem que aguardar que o negócio seja concluído entre as partes. Segundo ele, é muito mais grave para o mercado a Anatel avaliar hipóteses. "Estaríamos ferindo o marco regulatório", argumentou O deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) anunciou que apresentará um requerimento para que Anatel emita um parecer antecipado sobre a proposta apresentada pelo consórcio Calais, formado pela Telefônica, Telemar, Brasil Telecom e Geodex. Esse parecer seria emitido sob o ponto de vista regulatório, para se saber se a atual legislação permite a compra da Embratel por essas empresas.

Agencia Estado,

31 Março 2004 | 12h33

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.