Empresa nacional terá juro "mais confortável", diz BNDES

O presidente do BNDES, Carlos Lessa, disse hoje que a nova política de juros da instituição, que dará tratamento favorecido a empresas nacionais, tem o objetivo de tornar mais equilibradas as condições de financiamento dessas empresas e das companhias estrangeiras. Segundo ele, normalmente a filial de empresa estrangeira tem retaguarda financeira muito mais forte. Lessa disse que os juros serão diminuídos para todas as empresas, mas vai ser estabelecida uma diferença de tratamento pela qual as empresas controladas por capital brasileiro terão uma taxa "mais confortável" do que as estrangeiras. O presidente do BNDES disse repudiar a avaliação de técnicos do FMI de que a Taxa de Juros de Longo Prazo (TJLP), base do que é cobrado nos financiamentos do banco, pode ser considerada um subsídio. Ele observou que a TJLP é uma taxa de juros positiva, já que é hoje de 10% ao ano e a inflação dos próximos 12 meses está estimada ao redor de 5%. Lessa acusou os técnicos de pretender inviabilizar a atuação do BNDES como banco de desenvolvimento. Ele considerou que, se prevalecer a tese de que a TJLP representa subsídio, as exportações do País poderão ser prejudicadas. "Se isso prevalecer, é um golpe mortal para o fomento no Brasil", afirmou. "Com um laudo do Fundo Monetário, a Organização Mundial do Comércio (OMC) autoriza os países a fazer retaliação." Ele lembrou que a TJLP existe desde 1995 e que o FMI fez várias negociações com o Brasil sem questioná-la. "Por que somente agora vai levantar a idéia de que é subsídio?. Pareceria que é, primeiro, para infernizar a vida de empresários que têm contrato com cláusula TJLP e, segundo, inviabilizar a atuação do banco de desenvolvimento que, por definição, concede financiamentos com taxas mais confortáveis para o tomador", afirmou.

Agencia Estado,

17 Março 2004 | 18h24

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.