Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Empresa prevê alta de 30% nas vendas de café no fim do ano

A Nestlé espera vender, neste fim de ano, 30% mais no País só no segmento de café expresso. Atualmente, a empresa tem 62% de participação no mercado de café solúvel e de máquinas no Brasil. A empresa espera faturar, nesse setor, entre R$ 450 milhões a R$ 500 milhões em 2010 - sendo, que desse total, R$ 100 milhões deverão estar relacionados à linha Nescafé.

Suzana Inhesta, O Estado de S.Paulo

22 de setembro de 2010 | 00h00

O abastecimento da empresa é feito principalmente com produtores e cooperativas de café das cidades de Varginha (MG) e Guaxupé (MG), além de municípios do Espírito Santo. Segundo cálculos do presidente da Nestlé no Brasil, Ivan Zurita, a empresa compra aproximadamente 1,5 milhão de sacas de café por ano no País.

Ontem, a Nestlé apresentou uma nova máquina, a Nescafé Dolce Gusto Circolo, fabricada na China e cuja manutenção e distribuição no Brasil são realizadas pela Arno. A Nestlé também anunciou ontem o lançamento de bebidas frias para a mesma linha.

"Todos esses lançamentos são apostas para o período de Natal, que coincide com o nosso verão. Nesse segmento, nossa meta é vender mais 30% somente no fim do ano", disse a diretora da unidade de cafés da Nestlé Brasil, Lilian Miranda.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.