Empresa promete café a R$ 1,00

O tradicional pingado no balcão da padaria pode começar a mudar radicalmente. Isso pelo menos é o que espera a Nestlé, que montou uma estratégia agressiva para conquistar as padarias e lanchonetes do País a partir de 2008. A idéia é equipar 50 mil estabelecimentos com máquinas de café da empresa suíça para que sirva expresso, pingado (café com leite) e café. A multinacional garante: o valor do cafezinho sairá por apenas R$ 1,00. A empresa tomou a decisão estratégica de lançar a iniciativa não apenas no Brasil, mas em vários países emergentes onde uma nova classe consumidora começa a aparecer. Na Ásia, por exemplo, a empresa colocará barracas nas ruas da Tailândia e Filipinas. Para lançar o produto no Brasil, técnicos da empresa estudaram os hábitos dos brasileiros nas padarias e concluíram que ninguém sai às ruas tomando café - todos tomam no balcão, e levam em média menos de um minuto para isso. A máquina de café que está sendo desenvolvida está sendo chamada, por enquanto, de ''''Real'''' pelos executivos da empresa, por causa do preço do produto que será vendido. Mas deve chegar ao mercado com outro nome.

O Estadao de S.Paulo

19 de outubro de 2007 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.