Empresa tem plano agressivo para expandir unidades

Cenário

O Estado de S.Paulo

19 de dezembro de 2012 | 02h11

Antes de 2008, falar em abrir 20 lojas por ano era uma loucura na avaliação do fundador da Multicoisas, Lindolfo Martin - na época, ele comandava uma rede com 44 unidades. Mas sua percepção mudou. E a empresa aumentou o ritmo de inaugurações, agora pautadas conforme o estabelecido no plano estratégico da companhia. Dessa maneira, a empresa encerrará o ano com 153 unidades e faturamento de R$ 269 milhões.

Esse plano inclui a meta de atingir cerca de 360 lojas até 2018. "No dia que fechamos esse número, fiquei sem dormir. Mas esse posicionamento mudou nossa vida. Tudo aquilo que vinha em um ritmo confortável, ficou mais nervoso. Hoje temos universidade em prédio próprio, diretorias especializadas e centros de distribuição", afirma Lindolfo.

Por enquanto, abrir um comércio virtual está em segundo plano. "É uma situação complexa para resolver, de como não entrar em conflito com a nossa rede de franqueados. Nosso negócio é baseado na conveniência e o modelo de loja física tem muito a ser explorado e melhorado", analisa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.