Empresária Martha Stewart é acusada por nove delitos nos EUA

Martha Stewart, a empresária multimilionária que é admirada por sua elegância e tem sido uma das estrelas do noticiário da mídia norte-americana, foi indiciada nesta quarta-feira pelo Grande Júri Federal dos EUA, informou Michael Kulstad, porta-voz do promotor norte-americano James Comey. Martha Stewart e o corretor Peter Baconovic foram acusados de cometer nove delitos, entre eles conspiração para obstrução da Justiça, fraude, falso testemunho e perjúrio. Martha Stewart, de 61 anos, tem negado má conduta na venda de ações da ImClone Systems Inc. Ela diz que estabeleceu um acordo com seu corretor para venda automática das ações quando caíssem abaixo de certo patamar. Stewart chegou ao tribunal de justiça federal em Manhattan pouco antes do meio-dia local. A acusação foi proferida um dia após sua empresa, a Martha Stewart Living Omnimedia Inc., ter emitido um comunicado que os advogados de Martha acreditavam que os promotores federais iriam acusá-la. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.