Empresário recupera confiança com fim da recessão, diz CNI

"O pior da fase de retração da economia foi ultrapassado", disse o coordenador de Política Econômica da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Flávio Castelo Branco, ao divulgar o resultado da pesquisa trimestral Índice de Confiança do Empresário Industrial (Icei). Segundo Castelo Branco, o aumento da confiança do empresário, registrado em outubro, reflete a superação da recessão. "A alta reflete a expectativa positiva em relação à superação da recessão, com o abrandamento da política monetária, de um lado, e a contenção da inflação, de outro", afirmou. Segundo Castelo Branco, o resultado da pesquisa mostra que há um ambiente propício para a retomada gradual do crescimento nos próximos meses. O índice de expectativa dos empresários para os próximos seis meses aumentou de 59,3 pontos, em julho, para 61,9 pontos em outubro, no levantamento trimestral. O índice varia de zero a 100 pontos, e indicadores acima de 50 mostram confiança. "Não há euforia. Os empresários esperam que a atividade se recupere, mas é uma expectativa de melhora gradual nos próximos seis meses", acrescentou o coordenador. O índice Icei divulgado hoje pela CNI mostrou um aumento de 7,3%, de julho para outubro, de 51,9 para 55,7 pontos. A pesquisa foi feita entre 24 de setembro e 14 de outubro entre 1.032 pequenas e médias empresas e 215 empresas de grande porte.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.