Empresário se veste de aeromoça mas perde ‘emprego’ na primeira viagem

 Richard Branson, presidente do grupo Virgin, pagou aposta a amigo servindo passageiros da AirAsia

Economia & Negócios,

12 de maio de 2013 | 13h33

 

SÃO PAULO - O fundador e presidente do Grupo Virgin, Richard Branson, vestiu-se de aeromoça com o uniforme vermelho da companhia AirAsia e serviu os passageiros em um voo de Perth, na Austrália, para Kuala Lupur, na Malásia.

O motivo da brincadeira foi uma aposta perdida para o seu amigo Tony Fernandes, executivo chefe da AirAsia, sobre o resultado da corrida de Fórmula 1 em 2010. Naquele ano a equipe patrocinada pela Virgin, de Branson, perdeu para a Lotus, financiada por Tony Fernandes.

De salto alto, pernas raspadas e meia arrastão - mas com bigode e cavanhaque ao redor dos lábios pintados de batom - o executivo e bilionário britânico ficou parecendo uma drag quem, apertado no conjunto vermelho combinando com a cor dos sapatos.

Mas, apesar das habilidades de Branson para ganhar dinheiro em vários grandes negócios, ele demonstrou que sua carreira como comissário (ou comissária) de bordo não seria bem sucedida, se fosse real.

Ele recebeu uma bronca do chefe da AirAsia depois de derrubar deliberadamente uma bandeja com copos de suco de laranja no colo do passageiro mais importante do avião.

Tony Fernandes, que já trabalhou para a companhia aérea Virgin Atlantic entes de ir ára a AirAsia, declarou depois de quase seis horas de voo que as habilidades de Branson como aeromoça eram "um lixo" e que ele estava sendo sumariamente demitido naquele momento.

 

Branson já apareceu na lista da revista forbes como o 245º mais rico do mundo. Ele tem investimentos em mais de 200 empresas de aviação, vestuário, biocombustíveis e música, entre outras. Sua fortuna é avaliada em mais de US$ 4,2 bilhões.

Notícias relacionadas
    Tudo o que sabemos sobre:
    VirginRichardBronsonAirAsiaaeromoça

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    Tendências:

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.