Empresários estão mais otimistas, mostra pesquisa

Os empresários estão mais otimistas em relação aos negócios neste segundo semestre, de acordo com a Sondagem Conjuntural da Indústria de Transformação, realizada pela FGV-Ibre com 940 empresas de 24 Estados. A situação é considerada "boa" por 33% das empresas e "fraca" por 11%. Trata-se do melhor resultado desde abril de 1995. "Os números mostram que as perspectivas são muito positivas, já que a média de respostas positivas costuma ser de 17%", afirmou o coordenador da pesquisa, Aloísio Campelo Júnior.Outro dado que mostra a melhora no ânimo do empresariado refere-se ao emprego industrial. No trimestre julho-setembro de 2004, 35% das empresas pretendem contratar e 8% acreditam que terão de demitir. De acordo com Campelo, a diferença de 27 pontos porcentuais é a maior para um mês de julho desde 1986.Segundo a pesquisa, no trimestre julho-setembro 44% dos empresários admitem aumentar os preços, contra 40% na pesquisa anterior, divulgada em abril. A sondagem ressalta, no entanto, que a aumentou também o grupo de empresas que pretende reduzir os preços. Em abril, eram 4%, e, agora, 8%. Sobre o nível de utilização de capacidade instalada, a sondagem mostra que, em julho, estava em 84,2%, maior desde outubro de 1997. A pesquisa reúne empresas que somam vendas de R$ 360 milhões e empregam 972 mil trabalhadores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.