Empresários estão menos confiantes com o próximo ano

Os empresários paulistas estão menos confiantes com relação aos seus negócios no próximo ano, do que estavam em relação a 2005. Pesquisa divulgada hoje pelo Centro das Indústrias do Estado (Ciesp) mostra que 49% dos entrevistados estão confiantes no desempenho das empresas em 2006. Em dezembro do ano passado, eram 72%.O número de empresários pessimistas também aumentou. Em dezembro de 2004, eram 2%. Em dezembro de 2005, 12%. Para a pesquisa foram respondidos 712 questionários, 71% dos quais de micro e pequenas empresas, até 99 empregados.Principais riscosSobre os principais riscos que as empresas acreditam que enfrentarão em 2006, a manutenção da taxa de câmbio e a falta da demanda são os principais, cada um dos quais com 29% das respostas múltiplas.A concorrência dos importados da China, é a segunda maior preocupação para as empresas em 2006, com 28% das respostas. A crise política aparece em 4º lugar com 21% de respostas.OportunidadesJá o aumento da demanda externa é a principal oportunidade que as companhias acreditam ter em 2006, seguido pela desvalorização do real e da taxa de juros.

Agencia Estado,

07 de dezembro de 2005 | 13h34

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.