Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Empresários pedem a Mantega restrição a capital estrangeiro

Eles reclamam que o real forte reduz a competitividade das exportações brasileiras

Adriana Fernandes, da Agência Estado,

24 de julho de 2007 | 13h58

Empresários pediram ao ministro da Fazenda, Guido Mantega, medidas para conter o fluxo elevado de dólares e, com isso, conter a valorização do real frente ao dólar. Eles reclamam que o real forte reduz a competitividade das exportações brasileiras. Segundo o diretor do Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior da Fiesp, Roberto Giannetti da Fonseca, no encontro com Mantega os empresários mostraram grande preocupação ao ministro sobre a baixa competitividade das exportações brasileira e a dificuldade das empresas exportadoras de manter os preços no mercado internacional.    O investimento estrangeiro direto no Brasil   "O governo tem que ter consciência do que está acontecendo para nos ajudar a superar esta fase", afirmou Giannetti, que foi escolhido como porta-voz do grupo de empresários. O encontro foi organizado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).   Segundo Giannetti, há inúmeras medidas de natureza regulatória e tributária que podem ajudar a melhorar a competitividade brasileira. Ele disse que a avaliação é de que o fluxo externo para o País tem sido anormal e está provocando uma sobrevalorização excessiva do câmbio.   No encontro, afirmou, foram avaliadas as razões desse fluxo alto e o que pode ser feito para contê-lo. Um dos caminhos apresentados, disse ele, foi a necessidade do governo aumentar a demanda por dólares e reduzir a oferta de reais. "Não tenha dúvida de que isso precisa ser feito", afirmou. Ele não especificou as sugestões apresentadas pelos empresários ao ministro.   Restrições ao capital estrangeiro   Os empresários também pediram a revogação da isenção de Imposto de Renda para aplicações de investidores estrangeiros em títulos públicos brasileiros. Giannetti disse que os empresários sempre foram abertamente contra essa medida. Segundo ele, o ministro Mantega ficou de analisar as propostas.   Questionado sobre a proposta de aumento de IOF sobre a entrada de capital estrangeiro, Giannetti respondeu: "depende do caso, eu não posso dar uma opinião assim específica. O que tem que ser feito é uma medida para aumentar a demanda por dólares e reduzir a oferta de reais", insistiu.

Tudo o que sabemos sobre:
Capital estrangeiroDólarMantega

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.