Empresários querem participar mais das negociações da Rodada Doha

A Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) lançou hoje um manual sobre a Rodada Doha da Organização Mundial de Comércio, lançada em dezembro de 2001 e prevista para terminar em 2006. A publicação partiu da necessidade de informar os empresários sobre o andamento e o futuro da rodada de negociações multilaterais, conhecida como Rodada do Desenvolvimento.De acordo com o diretor do Departamento de Comércio Exterior da Fiesp, Roberto Giannetti da Fonseca, os empresários querem participar mais da tomada de decisões, a cargo do Itamaraty, e obter mais apoio do governo para atuar junto a entidades no Exterior que possam ajudar na defesa dos interesses brasileiros.Os grandes entraves das negociações na OMC continuam a ser o acesso a mercados e a agricultura. O manual lançado hoje, com tiragem inicial de cinco mil exemplares, aborda a questão dos bens industriais, as regras de defesa comercial, a facilitação de comércio, agricultura e serviços. Na cartilha será possível encontrar os principais posicionamentos do Brasil e de grandes países e também entender alguns termos técnicos relevantes, segundo Giannetti.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.