Empresas da Nigéria dizem que produção do petróleo continua

As operações de produção e exportação de petróleo na Nigéria não estão sendo afetadas pela greve geral que ocorre no país desde a segunda-feira. Segundo representantes de algumas empresas, os trabalhadores das companhias de petróleo participam da greve, mas as operações estão sendo mantidas. "Encontramos alternativas para minimizar o impacto da paralisação em nossas operações", disse um representante da Shell Petroleum Development Company da Nigéria. Um representante da Elf Petroleum Nigeria, unidade da Total, afirmou que as operações da empresa estão em andamento e que continuam produzindo petróleo. A Associação dos Trabalhadores Senior de Gás Natural e Petróleo, que agrega sindicatos de trabalhadores responsáveis pelo processo de exportação de petróleo, ameaçou aderir à greve se o impasse entre o governo e os sindicatos não for resolvido até domingo. A greve é em protesto à elevação de mais de 50% nos preços dos combustíveis. As informações são da Dow Jones.

Agencia Estado,

02 Julho 2003 | 15h13

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.