Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Empresas de turismo terão empréstimos com juros menores

Com isso, expectativa é que turistas consigam taxas mais baixas nas agências

Milton F.da Rocha Filho, da Agência Estado

13 de julho de 2007 | 13h54

O Ministério do Turismo anunciou nesta sexta-feira, 13, mais uma medida para incentivar o setor. As empresas do setor turístico terão acesso a uma linha de crédito com juros mais baixos. Com isso, a expectativa é que também os turistas consigam taxas mais baixas junto às agências na hora de comprar seus pacotes. Com a medida, as empresas terão crédito especial para capital de giro, com prazo de 24 meses e taxas de 9,22% ao ano (TJLP + 2,8% ao ano). Até então, os empresários do setor só tinham como opção uma taxa em torno de TJLP + 14% ao ano.Segundo a ministra Marta Suplicy, o programa "Giro Setorial" é uma boa alternativa para dar fôlego ao turismo. "Hoje o setor é o quinto gerador de divisas em moeda estrangeira no país. O FAT Giro Setorial é uma estratégia para fomentar os negócios no turismo", disse ela.O secretário Nacional de Programas de Desenvolvimento do Turismo, José Evaldo Gonçalo, acredita que, com acesso ao FAT Giro Setorial, os empresários do setor deixarão de buscar crédito em linhas mais onerosas.AposentadosEsta é a segunda medida anunciada nesta semana e que beneficia o setor de turismo. O Conselho deliberativo do Fundo de Amparo ao trabalhador (Codefat) aprovou na quarta-feira, 11, a liberação de R$ 50 milhões do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) para financiamento de pacotes de viagens para aposentados e pensionistas da Previdência Social.Poderão ser emprestados até R$ 3 mil para cada segurado, com prazo de até 24 meses para pagar e seis meses de carência. Os empréstimos serão no modelo consignado, com desconto em folha, seguindo as mesmas regras deste tipo de crédito já disponível para os aposentados e pensionistas. Os juros estarão limitados a até 1% ao mês para o tomador final.

Tudo o que sabemos sobre:
TurismoEmpréstimosCrédito

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.