Empresas exportadoras derrubam mercados asiáticos

As principais bolsas asiáticasrecuaram nesta terça-feira após o Dow Jones fechar em seu piornível em três meses, fomentando temores de um recuo na demandade exportações com os preços do petróleo se mantendo alto. Às 7h55 (horário de Brasília), o índice MSCI da ÁsiaPacífico exceto Japão perdia 1,89 pontos, para 446 pontos,próximo ao final dos negócios. O índice Nikkei da bolsa de Tóquio encerrou com fortedesvalorização de 2,23 por cento, a 14.130 pontos, acumulandoassim perdas de 7,7 por cento no ano. Montadoras como a HondaMotor e a Toyota Motor, sensíveis às flutuações nos preços doscombustíveis e dólar, figuravam entre as maiores perdas doíndice. "As exportações sustentam a economia japonesa e não temcomo o país não ser afetado. As bolsas em Xangai e Vietnã jáestão cedendo", afirmou Takahiko Murai, gerente-geral de açõesna Nozomi Securities, em Tóquio. As ações na região da Ásia Pacífico perderam 2,28 porcento, a 125 pontos, dando fim a uma seqüência de três dias deganhos e fazendo as quedas acumuladas no ano ficarem em 16 porcento. Na China, as expectativas de que Pequim iria ao auxílio doaflito mercado de ações não foram correspondidas, fazendo osinvestidores derrubarem a bolsa de Xangai em 6,54 por cento,para 2.748 pontos, depois de ela já ter recuado para seu piorpatamar em 15 meses na véspera. O índice Hang Seng da bolsa de Hong Kong seguiu a tendênciade queda e perdeu 2,26 por cento, a 22.797 pontos. Na austrália, a bolsa perdeu 1,41 por cento, com 5.366pontos. Contudo, o cenário não era de todo negativo. O JPMorgan elevou a China para "overweight" em seuportfólio modelo de Ásia e mercados emergentes com base navisão de que um iuan mais forte irá ajudar a conter a inflaçãoà medida em que Pequim muda o foco de administrar as pressõesnos preços para estimular o crescimento.

KEVIN PLUMBERG, REUTERS

19 de junho de 2008 | 08h09

Tudo o que sabemos sobre:
BOLSAASIAMANHA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.