Empresas investirão R$ 55 mi em eficiência energética

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) já aprovou investimentos totais de R$ 55,4 milhões em programas de eficiência energética para o ciclo 2006/2007 que foram apresentados por 15 distribuidoras de energia. Segundo a agência, esses programas possibilitarão uma economia média de 90 mil megawatts (MW) por ano e a retirada de uma demanda de 27,7 MW no horário de pico.As outras 49 distribuidoras de energia que atuam no País têm até o dia 30 de abril para apresentar à Aneel seus programas de eficiência no consumo de energia para o biênio 2006/2007.Pelas regras do setor elétrico, as distribuidoras têm de aplicar, anualmente, pelo menos 0,25% de sua receita operacional líquida em programas para aumentar a eficiência no consumo de energia.De acordo com a Aneel, os 15 projetos já aprovados incluem ações voltadas para consumidores de baixa renda e também para aumentar a eficiência energética de indústrias, estabelecimentos comerciais e prédios públicos. Esses 15 projetos prevêem, por exemplo, a doação, pelas empresas, de 730 mil lâmpadas fluorescentes, que gastam menos energia. Além disso, as companhias também substituirão 11 mil geladeiras de clientes de baixa renda, trocando modelos mais velhos por aparelhos energeticamente mais econômicos. As distribuidoras investirão ainda em reformas de instalações elétricas em residências e na instalação de aquecedores solares.De 1998 até hoje, as 64 distribuidoras que atuam no Brasil já investiram R$ 1,3 bilhão em projetos para aumentar a eficiência no uso da energia, que possibilitaram uma economia de 4.653 gigawatts-hora (GWh).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.