carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Empresas lucraram em média 35% mais em 2007

O ano de 2007 rendeu ganhos expressivos para as empresas de capital aberto e indicou uma retomada no volume de investimentos. Levantamento feito pela Economática com 65 companhias negociadas na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) que já apresentaram balanço mostra um crescimento real (descontada a inflação) de 34,6% do lucro líquido no ano passado comparado com 2006. O ganho consolidado de todas as companhias somou R$ 22,5 bilhões, ante R$ 16,7 bilhões do período anterior.O avanço do lucro também turbinou o retorno sobre o patrimônio das empresas, que atingiu nível recorde, segundo o presidente da Economática, Fernando Exel. A rentabilidade subiu de 18,5% para 22% no ano passado. ?Até 2003, esse número estava em torno de 8%. O crescimento do lucro em 2007 foi astronômico?, destaca o executivo.O gestor de Renda Variável da Gap Asset Management, Ivan Guetta, salienta que o ano passado foi muito bom para a maioria das companhias abertas. ?A economia foi muito robusta em 2007; o consumo teve forte avanço, o crédito continua em alta com inadimplência controlada; e o desemprego seguiu trajetória declinante?, justificou o gestor. Resultado de tudo isso foi um crescimento real de 12,4% na receita líquida das companhias abertas, para R$ 185,49 bilhões. O lucro operacional antes de impostos e taxas teve resultado ainda melhor: aumento real de 13,2%, saltando de R$ 33,09 bilhões para R$ 37,47 bilhões. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

AE, Agencia Estado

28 de fevereiro de 2008 | 09h26

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.