Empresas pedem ajuda na Alemanha

Algumas das principais empresas alemãs, entre elas a Volkswagen, a BMW e a Adidas, se uniram às vozes de diferentes políticos que cobram da chanceler Angela Merkel medidas drásticas para reativar a economia neste momento de crise. Na imprensa alemã, nove dos principais grupos empresariais do país pediram à chanceler que volte atrás em sua recusa a implementar novos pacotes contra a crise, atitude que lhe valeu o apelido de "Madame No" dentro e fora da Alemanha.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.