Empresas têm lucro recorde

A rentabilidade das empresas brasileiras foi recorde em 2007, segundo um estudo divulgado ontem pela Serasa. O indicador de rentabilidade - que mede o lucro em relação ao faturamento líquido - até setembro do ano passado foi de 6,6%, o valor mais alto em dez anos. Em 2006, o indicador ficou em 5% e no anterior, em 5,3%.A pesquisa foi feita com 9,6 mil empresas e a análise por setor mostrou que o de serviços teve o melhor resultado, com rentabilidade de 8,8%. A principal razão para esse bom desempenho foi a expansão da massa salarial do brasileiro e da ampliação do crédito. O índice foi puxado pelos bons resultados do que a Serasa classificou de "novos negócios", como as concessionárias de rodovias. Em 2000, a rentabilidade do setor não passou de 1,3%.Na indústria, a rentabilidade foi de 8,2%, ante 5,5% em 2006. No comércio, a rentabilidade não foi tão alta - chegou a 1,9%. ?Apesar da oferta abundante de crédito e do aumento salarial, que impulsionaram os outros setores, o comércio historicamente trabalha com margens pequenas, pois a concorrência é muito acirrada?, disse o gerente de Análise Setorial da Serasa, Marcos Abreu.2008Abreu acredita que neste ano as empresas vão continuar com a rentabilidade alta, porém não tanto quanto em 2007. ?Haverá manutenção do emprego, do crédito, mas a política de juros e diversos outros fatores vão frear um pouco esse movimento?, disse. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.