Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Empréstimo de R$ 30 bi ao BNDES fará dívida bruta crescer 1 ponto porcentual

A projeção foi dada pelo chefe do Departamento Econômico do BC, Altamir Lopes

Fernando Nakagawa e Fabio Graner, da Agência Estado,

29 de setembro de 2010 | 13h07

O empréstimo de R$ 30 bilhões do Tesouro Nacional ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) autorizado na segunda-feira vai aumentar a dívida bruta do governo geral em cerca de 1 ponto porcentual. A projeção foi dada pelo chefe do Departamento Econômico do BC, Altamir Lopes. Segundo ele, se não houvesse a operação que favorece o BNDES, a dívida bruta ficaria estável nos atuais 59,4% em setembro. Mas, com a operação, o indicador deve subir para 60,4% do PIB no fim deste mês.

Ele, porém, não quis comentar a hipótese de que os títulos públicos emitidos pelo Tesouro para o BNDES podem, eventualmente, ser cancelados quando o banco de desenvolvimento entregar os papéis ao próprio Tesouro como forma de pagamento pelas ações da Petrobrás emitidas na capitalização. Segundo ele, é preciso esperar o fim da operação para avaliar eventuais efeitos sobre a dívida pública. Por enquanto, explicou, só há o impacto inicial gerado pela emissão dos títulos entregues ao BNDES.

Tudo o que sabemos sobre:
BNDESPetrobrásAltamir Lopes

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.