Empréstimos do BNDES diminuem 14%

Os empréstimos realizados pelo BNDES diminuíram 14% nos três primeiros meses deste ano em relação a igual período de 2002. Segundo nota divulgada pelo banco, de janeiro a março o BNDES destinou R$ 5,4 bilhões em financiamentos, ante R$ 6 bilhões no primeiro trimestre do ano passado. No entanto, o resultado de 2002 foi influenciado por empréstimos realizados com recursos do Tesouro Nacional no âmbito do Programa Emergencial de Energia (PEE), que atingiram R$ 1,1 bilhão no período.O programa foi criado pelo governo federal para atender às empresas do setor elétrico afetadas pelo racionamento. Neste ano, os financiamentos feitos no âmbito do PEE chegaram a R$ 654 milhões. Os segmentos da indústria que tiveram os maiores aumentos no volume de empréstimos foram metalurgia básica (192%), veículos automotores (71%) e têxteis (60%). Cada um deles recebeu, respectivamente, financiamentos de R$ 309 milhões, R$ 377 milhões e R$ 127 milhões. O comércio teve crescimento de 103%, com empréstimos de R$ 347 milhões.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.