Empréstimos para aposentados disparam e voltam ao nível de 2007

O aumento recente de 20% para 30% da fatia da renda que os aposentados podem comprometer com prestações do crédito consignado fez as operações dessa linha darem um salto. Em dezembro de 2008, a média mensal de operações aprovadas era de 40 mil. Em abril deste ano, as concessões mensais atingiram 700 mil e retomaram a média mensal de 2007, segundo levantamento informal da Associação Brasileira de Bancos (ABBC), que reúne bancos de pequeno e médio portes."Vai crescer muito o crédito consignado a aposentados", afirma o presidente da ABBC, Renato Oliva. Além da parcela maior e do reajuste do salário mínimo, outro fator que deve ampliar ainda mais o potencial do consignado é o provável aumento no prazo de pagamento de 60 meses para 72 meses, ou de cinco para seis anos.Segundo o executivo, existe uma certa mobilização dentro do Conselho do Ministério da Previdência Social para ampliar os prazos. Os integrantes do órgão, que reúne representantes da sociedade civil, Previdência Social, INSS, Ministério da Fazenda, de sindicatos e dos bancos, se encontram esta semana para discutir o assunto.A ampliação da fatia de comprometimento da renda já teve impacto nos negócios de várias instituições financeiras. Na Caixa Econômica Federal, por exemplo, o saldo da carteira de crédito de pessoas físicas aumentou 33% neste ano até 16 de maio, conta o vice-presidente, Fabio Lenza. O saldo atingiu R$ 17,8 bilhões e foi puxado pelo consignado, que cresceu 29,3% no período. O consignado responde por cerca de 60% da carteira de pessoa física do banco.Para Paulo Henrique Pentagna Guimarães, presidente do Bonsucesso, terceira maior instituição privada que atua no crédito consignado para este público, lembra que além da ampliação do índice de comprometimento da renda, muitos financiamentos antigos estão terminando, o que dá novo fôlego aos aposentados. O Bonsucesso deverá encerrar este mês com um saldo de R$ 2 bilhões na carteira de consignado, dois quais 60% são para aposentados. "A perspectiva é chegar em dezembro com um crescimento de 25% no saldo", prevê.O Panamericano mais que dobrou o fluxo mensal de empréstimos consignados de abril para maio, de R$ 25 milhões para R$ 60 milhões. "Os consignados tinham parado, mas voltaram", diz o diretor superintendente, Rafael Palladino.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.