Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Encomenda de bens duráveis cresce 4,9% em julho nos EUA

Foi o maior aumento desde o de 5,4% registrado em julho de 2007; projeções apontavam alta de 3%

Marcílio Souza, da Agência Estado,

26 de agosto de 2009 | 09h56

As encomendas de bens duráveis cresceram 4,9% em julho nos EUA, para um volume sazonalmente ajustado de US$ 168,43 bilhões, informou o Departamento de Comércio do país nesta quarta-feira, 26. Esse foi o maior aumento desde o de 5,4% registrado em julho de 2007. Economistas consultados pela Dow Jones projetavam alta de 3% das encomendas.

 

O dado de junho foi revisado para melhor, da queda de 2,2% divulgada originalmente para queda de 1,3%.

 

As encomendas de bens duráveis relacionadas a transporte aumentaram 18,4% em julho, o maior ganho desde setembro de 2006. As encomendas por aviões comerciais dispararam 107,2%, depois da queda de 30% do mês anterior.

 

Excluindo transportes, as encomendas por todos os demais bens duráveis aumentaram 0,8%, menos que a alta de 2,5% registrada em junho.

 

As encomendas de bens duráveis excetuando bens de defesa cresceram 4,3% em julho, a maior alta em dois anos, e as de bens de capital não relacionados a defesa excluindo aviões, um importante indício do gasto com investimento pelas empresas dos EUA, caíram 0,3% em julho, depois do aumento de 3,6% em junho.

 

As encomendas totais de bens de capital aumentaram 9,5%; as de bens de capital excluindo defesa aumentaram 8,6%, enquanto as de bens de capital relacionados a defesa cresceram 14,8%. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAbens dúraveisjulho

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.