Encomenda de bens duráveis sobe em janeiro nos EUA

As encomendas de bens duráveis nos Estados Unidos subiram 3% em janeiro para o nível sazonalmente ajustado de US$ 175,75 bilhões, informou o Departamento do Comércio. A elevação superou a previsão dos economistas, de aumento de 1,5%. A alta das encomendas foi puxada por encomendas de aviões comerciais, que saltaram 126% em janeiro, depois de queda no final de 2009. As encomendas de bens duráveis, excluindo bens relacionados ao setor de transporte, caíram 0,6%, refletindo retração na demanda de maquinários, depois de alta de 2% em dezembro.

CYNTHIA DECLOEDT, Agencia Estado

25 de fevereiro de 2010 | 11h22

A alta de 3% em janeiro nas encomendas de bens duráveis é a segunda seguida. Em dezembro, subiram 1,9% - dado revisado de alta de 1% informada anteriormente. As encomendas não preenchidas para a indústria de manufatura, um indicador de demanda futura, subiram 0,1% em janeiro, após 15 meses de queda. Os estoques das empresas de manufatura de bens duráveis permaneceram inalterados em janeiro. De modo geral, os embarques de bens duráveis pela indústria de manufatura caíram 0,2% em janeiro. As encomendas de bens relacionados ao setor de transportes subiram 15,6%.

As encomendas de bens de capital (máquinas e equipamentos) avançaram 6,6% em janeiro; as encomendas de bens não relacionados ao setor de defesa subiram 4,7% em janeiro. As encomendas de bens relacionados ao setor de defesa saltaram 19,2%. Excluindo defesa, as encomendas de todos os bens duráveis avançaram 1,6% em janeiro, após aumento de 1,7% em dezembro. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
EUA, encomendas, bens duráveis

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.