Encomenda de Natal deixou estável produção industrial, diz Iedi

As encomendas do varejo à indústria para as vendas de Natal, que estavam "muito atrasadas" neste ano, foram responsáveis pela estabilidade da produção industrial em outubro ante setembro, após uma forte queda no mês anterior, segundo avalia o diretor executivo do Instituto de Estudos para o Desenvolvimento Industrial (Iedi), Julio Sérgio Gomes de Almeida.Segundo ele, grandes redes varejistas de móveis e eletrodomésticos deixaram para outubro as encomendas que historicamente ocorrem em setembro e a recuperação desse atraso deverá prosseguir em novembro.Para ele, a estabilidade de outubro mostra que a indústria ainda está com pouca força e, ainda que a expectativa seja de um quarto trimestre melhor do que o anterior, "a esperança que tenhamos superado essa fase adversa do segundo semestre será transferida para o primeiro semestre de 2006". PRODUÇÃO INDUSTRIAL DE OUTUBRO A OUTUBRO Ante mês anteriorAnte igual mês do ano anteriorOutubro 2004-0,2%3,3%Novembro0,3%7,8%Dezembro1,0%8,3%Janeiro 2005-0,5%6,0%Fevereiro-1,6%4,1%Março1,5%1,8%Abril0,1%6,4%Maio1,3%5,6%Junho1,5%6,4%Julho-2,0%0,7%Agosto0,8%3,7%Setembro-2,3%-0,1%Outubro0,1%0,4% Hoje, o IBGE divulgou um crescimento de 0,1% na produção industrial em outubro ante setembro e de 0,4% ante outubro do ano passado. Ontem, a Confederação Nacional da Indústria (CNI) divulgou que as vendas reais na indústria de transformação caíram 2,51% em outubro em relação ao mesmo mês do ano anterior e 0,91% ante setembro. No entanto, houve recuperação no número de horas trabalhadas na produção, com crescimento de 2,03% em outubro ante o mesmo mês de 2004 e de 0,95% em relação a setembro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.