Encomendas à indústria alemã caem 1,3% em maio

As encomendas à indústria da Alemanha caíram 1,3% em maio ante abril, em termos sazonalmente ajustados, informou o Ministério da Economia. O resultado representa a segunda queda mensal seguida no indicador e ficou bem abaixo da previsão dos economistas consultados pela Dow Jones, que esperavam alta de 1,2%.

AE, Agencia Estado

05 de julho de 2013 | 07h13

Os dados de abril foram revisados para mostrar declínio de 2,2% ante março, levemente melhor do que o cálculo original de queda de 2,3%.

Em maio, as encomendas domésticas recuaram 2,0% em comparação com abril, quando havia sido registrada redução de 3,2%. As encomendas estrangeiras, enquanto isso, diminuíram 0,7%, com a queda de 3,9% dentro da zona do euro apagando o aumento de 1,1% na demanda de países de fora do bloco.

Separadamente, a federação alemã de engenharia VDMA cortou sua estimativa para a produção em 2013 em razão das baixas encomendas nos primeiros cinco meses deste ano. O grupo, que representa cerca de 3,1 mil empresas de porte médio, prevê que a produção no país cairá 1,0% neste ano, em comparação com a projeção anterior de aumento de 2,0%. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
alemanhaindústria

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.