finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Encomendas à indústria sobem 2,1% na zona do euro

As encomendas à indústria da zona do euro aumentaram inesperadamente em dezembro, informou hoje a agência de estatísticas da União Europeia, a Eurostat. As novas encomendas nos países que utilizam o euro como moeda subiram 2,1% em dezembro ante novembro e avançaram 18,5% em relação a dezembro de 2009. O resultado foi puxado pela forte demanda na França e na Itália, que ajudou a contrabalançar uma queda na Alemanha.

DANIELLE CHAVES, Agencia Estado

23 de fevereiro de 2011 | 09h31

Economistas esperavam uma queda mensal de 1,3% e um aumento anual de 15,7%. Em novembro, as encomendas cresceram 2,2% ante outubro (dado revisado) e 20,0% em relação a novembro de 2009.

Excluindo equipamentos de transporte pesado, as encomendas subiram 1,3% em dezembro ante novembro e 18,9% em relação a dezembro de 2009. Em novembro, houve alta de 2,2% no mês e 19,4% no ano. Em dezembro ante novembro, as encomendas de bens de capital (máquinas e equipamentos) aumentaram 3,7% e as de bens intermediários subiram 2,4%. No entanto, as encomendas de bens duráveis caíram 2,3% e as de bens de consumo não duráveis avançaram 1,9%. Na Itália, as encomendas subiram 9,1% no mês em dezembro, enquanto na França houve alta de 7,5%. Na Alemanha, as encomendas diminuíram 2,9%. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
indústriaencomendaszona do euro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.