Encomendas de bens duráveis caem 2,5% nos EUA

As encomendas de bens duráveis nos Estados Unidos caíram 2,5% em dezembro, para o valor sazonalmente ajustado de US$ 191,04 bilhões, segundo informou hoje o Departamento de Comércio. Economistas esperavam um aumento de 1,4% nas encomendas. Em novembro, as encomendas de bens duráveis caíram 0,1%, conforme o dado revisado.

REGINA CARDEAL, Agencia Estado

27 de janeiro de 2011 | 12h29

Originalmente, o Departamento de Comércio havia calculado recuo de 0,3% para o mês de novembro. Excluindo-se transportes, as encomendas em dezembro subiram 0,5%, enquanto a demanda por bens fora do setor de defesa recuou 2,5%.

Índice de atividade

Em outra divulgação do dia, a divisão de Chicago do Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos) informou que o índice de atividade nacional avançou para 0,03 em dezembro, ante o dado revisado de -0,40 de novembro. O resultado encerra uma série de seis meses de índice negativo em relação à economia do país.

Já o índice de atividade industrial do Meio Oeste dos EUA subiu 0,3% em dezembro em comparação com novembro, para 81,5, o maior nível desde dezembro de 2008, informou o Fed de Chicago. Em comparação com dezembro de 2009, o índice avançou 8,3%. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.