Encomendas de bens duráveis nos EUA têm maior queda em 7 meses

As encomendas de bens duráveis nos Estados Unidos registraram em março a maior queda em sete meses e uma medida dos gastos empresariais planejados subiu modestamente, somando-se aos sinais de uma desaceleração na atividade industrial.

Reuters

24 de abril de 2013 | 09h47

As encomendas de bens duráveis caíram 5,7 por cento, uma vez que a demanda recuou praticamente de forma generalizada, informou o Departamento de Comércio nesta quarta-feira.

A queda do mês passado nas encomendas de bens duráveis, que abrangem de torradeiras até aeronaves, seguiu-se a um aumento de 4,3 por cento em fevereiro, segundo dados revisados.

Economistas consultados pela Reuters previam queda de 2,8 por cento em março, após o aumento de 5,6 por cento reportado anteriormente.

Excluindo os transportes, as encomendas caíram 1,4 por cento, após terem recuado 1,7 por cento no mês anterior.

(Reportagem de Lucia Mutikani)

Tudo o que sabemos sobre:
MACROEUABENSDURAVEIS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.