Encomendas nos EUA ficam estáveis e venda de imóveis cai

As encomendas de bens duráveis nosEstados Unidos mostraram estabilidade no mês passado, mas asvendas de residências caíram, mostraram dados nestaquarta-feira. Os novos pedidos por bens duráveis ficaram estáveis apósdois meses de declínio, informou o Departamento de Comércio,enquanto um importante termômetro da confiança empresarialrecuou menos que o esperado. Outro relatório do Departamento de Comércio mostrou que asvendas de moradias diminuíram 2,5 por cento em maio em relaçãoa abril e mais de 40 por cento frente ao ano anterior. Analistas esperavam que as encomendas iriam subir 0,1 porcento. Excluindo aeronaves, os pedidos caíram 0,8 por cento --umpouco abaixo da previsão de 1,4 por cento feita por WallStreet. "Os detalhes do relatório sugerem que há alguma força emáreas como de computadores, eletrônicos e equipamentoelétrico", disse Gary Thayer, economista sênior da WachoviaSecurities. "Essa é uma indicação de que, fora do setor imobiliário,outras partes da economia estão melhores." As vendas de novas moradias recuaram 2,5 por cento em maio,para uma taxa anual de 512 mil unidades. Economistas ouvidos pela Reuters esperavam desaceleraçãodas vendas para uma taxa de 510 mil frente à de 525 mil emabril. O estoque de casas à venda em maio caiu 1,7 por cento, para453 mil --o 13o mês de declínio. (Com reportagem adicional de Julie Haviv, Ellen Frielich eRichard Leong)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.