carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Encontro da OMC vai abordar Doha, diz embaixador chileno

Reunião ministerial discutirá como a organização pode contribuir na reconstrução da economia mundial

Gerson Freitas Jr., da Agência Estado,

16 de outubro de 2009 | 15h18

A Rodada Doha de liberalização comercial vai ser discutida em encontro ministerial ordinário da Organização Mundial do Comércio (OMC), em Genebra, entre 30 de novembro e 2 de dezembro, informou nesta sexta-feira, 16, Mario Matus, embaixador do Chile na OMC.

 

Veja também:

linkConcluir Doha será difícil para emergentes, diz especialista 

linkBrasil e UE pressionam EUA por prazo para Doha

 

O encontro, que reúne representantes dos 153 países membros da organização, também vai discutir a contribuição da OMC para a "reconstrução da economia mundial, crescimento e desenvolvimento econômico".

 

Mutus disse, contudo, que eles não tomarão decisões. "Haverá apenas um resumo do que deverá ser adotado após os dois dias e meio de discussões", afirmou. Também serão publicados relatórios sobre temas como algodão, pequenas economias, violações às regras da OMC e comércio eletrônico.

 

O diretor-geral da OMC, Pascal Lamy, declarou em várias ocasiões que o encontro ministerial não será uma rodada de negociação da Rodada Doha. A entidade deve convocar uma reunião ministerial a cada dois anos, pelo menos. No entanto, esse prazo foi desrespeitado devido às negociações da Rodada Doha, que se arrastam sem sucesso desde 2001.

 

O último encontro ministerial da OMC, com participação de todos os membros, aconteceu em 2005, em Hong Kong. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
OMCRodada DohaChile

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.