carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Endividamento de famílias cai para 52%, aponta Fecomercio-SP

Já o total de famílias com contas em atraso manteve-se praticamente estável, 21% em maio, contra 22% em abril

GUSTAVO URIBE, Agencia Estado

14 de maio de 2009 | 18h00

O nível de endividamento das famílias paulistanas teve queda de três pontos porcentuais, baixando de 55% em abril para 52% em maio, apontou nesta quinta-feira, 14, o indicador da Federação do Comércio do Estado de São Paulo (Fecomercio-SP). Mesmo com a redução, o indicador acumula alta de 14 pontos porcentuais desde fevereiro, quando estava em 38%. A Pesquisa de Endividamento e Inadimplência do Consumidor (PEIC) é realizada com a entrevista de 2.200 moradores da capital paulista.

 

Veja também:

especialAs medidas do Brasil contra a crise

especialAs medidas do emprego

especialDe olho nos sintomas da crise econômica 

especialDicionário da crise 

especialLições de 29

especialComo o mundo reage à crise

Já o total de famílias com contas em atraso manteve-se praticamente estável, 21% em maio, contra 22% em abril. Mas a Fecomercio-SP acredita que a inadimplência deve aumentar nos próximos meses, já que o número de famílias que contraíram empréstimos em abril e maio e revelaram não ter dinheiro para quitá-las teve crescimento de dois pontos porcentuais, passando de 6% em abril para 8% neste mês. "Esse resultado pode ser explicado pelas expectativas negativas referentes à manutenção do emprego e renda nos próximos meses", afirmou a economista da instituição, Adelaide Reis.

O indicador da Fecomercio-SP também mostrou o perfil das dívidas. O cartão de crédito continua liderando o tipo de financiamento com maior inadimplência das famílias paulistanas, com 58% dos consumidores, contra 60% em abril. A seguir, a dívida mais recorrente é carnê, com 41% das obrigações das famílias, seguida pelo crédito pessoal (11%), financiamento de carro (8%), cheque especial (8%), cheque pré-datado (6%) e crédito consignado (4%).

Tudo o que sabemos sobre:
créditoinadimplênciaFecomercio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.