Energia: Parente explica pagamento de bônus

O presidente da Câmara de Gestão da Crise de Energia Elétrica (GCE), ministro Pedro Parente, esclareceu há pouco que o pagamento do bônus no mês de março, determinado pelo presidente Fernando Henrique Cardoso, será feito a todas as residências cuja leitura de luz leve em conta parcialmente a economia de energia feita em fevereiro. O presidente Fernando Henrique havia dito um pouco antes que o bônus de março seria pago para as classes de baixo consumo e renda.Parente explicou que, para esse tipo de consumidor, será criada uma regra permanente, na qual será revisto o valor da tarifa de energia e serão criados estímulos para quem poupar mais. Segundo o ministro, essa regra ainda será estudada e não há data definida para ser anunciada. A GCE também vai definir novos critérios para classificar o consumidor de baixa renda. Hoje é considerado consumidor de baixa renda aquele que gasta até 100 KWh ao mês.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.