Energia puxa inflação no atacado na Alemanha

O índice de preços ao produtor (PPI, na sigla em inglês) na Alemanha cresceu mais do que o esperado em novembro, devido à aceleração dos preços de energia no mês, informou o Escritório Federal de Estatística alemão. O PPI subiu 0,8% no mês e 2,5% no ano - a maior alta desde abril de 2006, quando o índice avançou 1,0% no mês. Economistas previam alta de 0,4% no mês e 2,1% no ano. Em outubro, o PPI subiu 0,4% na comparação com setembro e 1,7% ante o mesmo mês do ano passado.Os preços de energia aumentaram 3,3% no ano em novembro e, se excluídos, o PPI teria subido 2,3% no ano. Os preços dos produtos de petróleo subiram 19,7% no ano e 8,0% no mês, enquanto os preços de gás natural caíram 7,7% no ano e avançaram 0,6% no mês. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.