Energia sobe 2,9% no atacado em março nos EUA

A alta de 1,1% do índice de preços ao produtor (PPI, na sigla em inglês) em março nos Estados Unidos foi puxada por um aumento de 2,9% nos preços do segmento de energia (esses preços tinham subido 0,8% em fevereiro) e dos alimentos, que avançaram 1,2% em março, após queda de 0,5% em fevereiro.No segmento energia, os preços da gasolina nos EUA avançaram 1,3% em março; os preços do gás natural residencial subiram 4,2%; os preços do diesel saltaram 15,3%; e os preços do óleo para calefação residencial registraram alta de 13,1%. No segmento alimentos, os preços dos vegetais dispararam 15,4% em março; do arroz polido avançaram 8,7%; e da carne bovina e de vitela subiram 4%.Índice anualA inflação no atacado foi de 6,9% no período de 12 meses, segundo o Departamento do Trabalho dos EUA. O núcleo do PPI, que exclui as variações de preços de alimento e de energia, avançou 6,4%, em base anual. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.