Arquivo Pessoal
Arquivo Pessoal

Engenheiro planeja viagens sozinho para economizar

Contratando os serviços isoladamente, Andre Soler já conheceu mais de 150 cidades pelo mundo 

Hugo Passarelli, do Economia & Negócios,

17 de agosto de 2012 | 09h40

SÃO PAULO - Planejar as férias sem o apoio de agências de turismo dá menos trabalho do que você pensa. Com um pouco de paciência e pesquisa é possível conseguir bons descontos, além da vantagem de conhecer um local "sem guias".

É o que faz o engenheiro Andre Leidenheimer Ruiz Soler, 39 anos. Ele diz que já conheceu mais de 150 cidades pelo mundo e, em quase todos os passeios, planejou tudo sozinho. Soler costuma contratar cada serviço, como a reserva de um hotel ou o aluguel de um carro, isoladamente. "Já viajei com pacotes de agências de turismo e vi que não tinha nada de diferente. Além disso, tem regras engessadas, como aqueles translados que ninguém quer fazer, e costumam ser mais caros".

Ele conta que nunca chegou a comparar todos os preços, mas acredita que consegue economizar cerca de 30%. As passagens de avião, por exemplo, que costumam ser um dos itens mais caros dos passeios, podem ser adquiridas até de graça por meio dos programas de milhas do cartão de crédito. Quem compra um pacote fechado, contudo, fica refém dos preços firmados entre as operadoras e companhias aéreas. Em julho, por exemplo, o aumento da demanda gerado pela temporada de férias fez as passagens aéreas avançarem 0,52%, acima do IPCA geral no período (0,43%). Em 12 meses, o avanço do dado impressiona: o item saltou 27,52%, enquanto que a inflação oficial está em 5,20%.

Outra dica de Soler é usar a velha aliada das finanças: uma planilha de custos. Além de servir de guia para não perder o controle dos gastos, ela ajuda a organizar o plano de viagem. "Eu levo as tabelas prontas, onde ponho os voos, trens ou táxis que vou pegar. Coloco quanto vou gastar e também bloqueio os dias que estarei indo de um local para outro", diz.

Hoje casado, ele afirma que viajar com esposa e filhos não atrapalha um passeio mais inusitado. "Às vezes dá preguiça, mas no fim acabamos planejando tudo sozinhos", afirma.

Tudo o que sabemos sobre:
ServicosViagem

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.