AFP
AFP

Enquete elege ex-escrava Harriet Tubman para estampar nota de US$ 20

Grupo Women on 20s organizou a votação, que contou com 600 mil assinaturas, e enviou o pedido à Casa Branca para que a nota seja alterada; Tesouro dos EUA deve analisar o caso

O Estado de S. Paulo

13 Maio 2015 | 18h23

Uma petição com mais total de 600 mil assinaturas pede para que a imagem da ex-escrava e abolicionista Harriet Tubman estampe a nota de US$ 20. O grupo Women on 20s organizou a votação que visava escolher uma figura feminina para a nota de US$ 20 em substituição ao sétimo presidente dos EUA, Andrew Jackson. 

Após a conclusão da votação, o grupo enviou um pedido formal à Casa Branca solicitando que o presidente americano Barack Obama apoie a causa. O Departamento do Tesouro dos EUA é quem deve julgar o pedido e dar a decisão final. Vale lembrar que não há uma alteração em um rosto do dólar desde 1929, quando o próprio Jackson substituiu o 22º presidente americano Grover Cleveland na nota de US$ 20.

Atualmente, das 12 notas de dólar existentes, nove são estampadas por ex-presidentes e duas por secretários do Tesouro. 

Entre as adversárias de Harriet, estavam grandes personalidades como a primeira-dama e ativista Eleanor Roosevelt e a primeira chefe da nação Cherokee Wilma Mankiller. Caso seja aprovada, a mudança marcaria o ano de 2020, data em que os americanos irão comemorar o 100º aniversário da 19ª Emenda que deu às mulheres do país o direito ao voto. 

Críticas a Jackson. Harriet Tubman já nasceu escrava em 1822 e conseguiu a liberdade ao fugir para o Norte dos EUA. Posteriormente, ajudou outros escravos a fugirem.

O ex-presidente Jackson, por outro lado, era dono de fazenda e proprietário de escravos em Nashville, no Estado de Tennessee. Além de figura conhecida da escravidão, ele é criticado por ter apoiado a remoção de índios de algumas regiões dos EUA em 1830, o que causou várias mortes. (Com agências internacionais)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.