Enquete: leitores do estadao.com.br compram pela internet

A maior parte dos 1.079 internautasque responderam à enquete do estadao.com.br sobre compraspela internet disse apoiar o comércio eletrônico. Para osentusiastas do comércio eletrônico, comprar pela internet é maisprático (não é preciso sair de casa), rápido (economiza-se tempogasto em filas, trânsito, estacionamento) e tranqüilo (nos livramosda pressão psicológica dos vendedores chatos, como apontou umleitor). "Moro nos EUA e compro presentes para minha família noBrasil usando sites brasileiros", contou um internauta. "Maisfácil de pesquisar, preço menor", disse outro. "Faço comprasmensais para minha cunhada que mora no Rio de Janeiro, mesmo eumorando em São Paulo. Isso seria impossível sem a internet." Jáoutro explicou: "Compro pela internet porque moro em uma regiãoremota (interior do Pará) que não tem esses produtos." De acordo com a enquete, as principais vantagens docomércio eletrônico são a facilidade de pesquisar produtos (43,06%), preço menor (24,11%), facilidade de receber os produtos emcasa com dia marcado (14,68%) e facilidade de obter informaçõesdetalhadas sobre os produtos (11,31%). Os internautas afirmaram que compram produtos comolivros (32,5%), CDs (24%), DVDs (11,9%), eletroeletrônicos (10,6%) produtos de informática (10,4%) passagens aéreas (6%)utensílios domésticos (3%) e comida (1,6%). Além disso, osinternautas compram flores, vinho, máquinas fotográficas, fogões, medicamentos, roupas e até pizza. Já para os que não gostam da idéia, ainda não se podeconfiar na internet (os cartões clonados estão aí, disse uminternauta) e o contato com a mercadoria é imprescindível.Diabólico "Nunca comprei (online) porque tenho medo dacriatividade do brasileiro de fraudar", disse um internauta."Se invadiram até o (site do) Pentágono, que dirá nós aqui",alertou outro. Outro participante foi mais longe: "Isto é dodiabo, Apocalipse 13:16-18", que trata da besta que emerge daterra. As maiores preocupações de se comprar pela internet,ainda segundo a pesquisa, são a questão da segurança natransação com o cartão de crédito (59,06%), a possibilidade de oproduto chegar quebrado ou com defeito (20,81%) e a dúvida sobrese o produto comprado será mesmo entregue (20,13%).Veja abaixo como responderam os leitores do estadao.com.br1. Quantas compras você faz pela internet por mês? Não é todo mês que faço compras/Não compro: 47.92% 1 vez: 25.25% De 2 a 5 vezes: 24.05% De 5 a 10: 1.85% Mais de 10: 0.93% 2. Quanto você costuma gastar por mês em compras pela internet? R$ 10 a R$ 100: 56.28% R$ 101 a R$ 300: 28.34% R$ 301 a R$ 500: 8.7% R$ 501 a R$ 1.000: 4.25% mais de R$ 1.001: 2.43% 3. Quanto você costuma gastar por mês em compras no Exterior pela internet? Não faço compras do Exterior: 77.09% US$ 10 a US$ 50: 13.2% US$ 51 a US$ 100: 4.85% US$ 101 a US$ 300: 3.5% US$ 301 a US$ 500: 0.39% Mais de US$ 501: 0.97% 4. Você paga a conta do cartão de crédito pela internet? Sim: 67.57% Não: 32.43% 5. Você faz transações bancárias no site de seu banco na internet? Sim: 84.97% Não: 15.03% 6. Você já comprou na internet pagando com depósito bancário/doc/TED? Sim: 50% Não: 50% 7. Quais produtos você costuma comprar mais pela internet? Livros: 32.44% Comida: 1.6% CDs: 23.95% DVDs: 11.98% Eletroeletrônicos: 10.58% Utensílios domésticos: 2.99% Passagens aéreas: 6.09% Produtos de informática: 10.38% 8. Por que você compra na internet? Preço menor: 24.06% Facilidade de pesquisa/consulta: 43.17% Facilidade de obter informações detalhadas e precisas sobre os produtos: 11.29% Facilidade de receber os produtos em casa com dia marcado: 14.65% Outros motivos: 6.83% 9. O que mais preocupa você na compra pela internet? A questão da segurança na transação com o cartão de crédito: 59.04% A dúvida sobre se vão mesmo entregar o produto que comprei: 20.1% A possibilidade de o produto chegar quebrado ou com defeito: 20.87%

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.