Entenda o que Lula vai discutir em encontro com Vázquez

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva viaja nesta segunda-feira, 26, ao Uruguai. Confira abaixo algumas questões que serão discutidas no encontro entre Lula e o presidente do país, Tabaré Vázquez.Quais são os temas da visita de Lula ao Uruguai? Lula e Vázquez devem discutir assuntos relacionados ao Mercosul e à agenda bilateral dos dois países. No âmbito do Mercosul, o principal item é a questão das assimetrias do bloco. Em relação à agenda bilateral, os líderes devem debater o investimento das empresas brasileiras dos setores de bebidas e energia no Uruguai. Os países também discutirão acordos específicos para as áreas de saúde, meio ambiente, agricultura, formação profissional, eficiência energética, além da implementação de uma agenda de cooperação e desenvolvimento para a região da fronteira.O que são as "assimetrias" reclamadas pelo Uruguai?São as diferenças de tamanho entre as economias do Mercosul. Brasil e Argentina representam, sozinhos, mais de 90% do PIB do bloco. Além disso, a relação tem sido prejudicial à balança comercial dos países menores. O Uruguai reclama que tem um déficit de US$ 1 bilhão nas relações dentro do Mercosul.Para compensar as assimetrias, a Cúpula do Mercosul, realizada no Rio, no mês passado, aprovou o Fundo para Convergência Estrutural do Mercosul (Focem), um fundo que destinará mais de US$ 100 milhões para projetos, com prioridade para o Uruguai e o Paraguai.Quais são as outras reivindicações do Uruguai? De acordo com a imprensa local, o governo de Montevidéu também reclama de condições especiais de acesso que teriam sido oferecidas à Bolívia e à Venezuela para que essas nações ingressassem no Mercosul.O Uruguai ainda mantém uma disputa com a Argentina sobre a instalação de fábricas de celulose na margem uruguaia do rio que divide os dois países. Moradores da cidade argentina de Gualeyquachu montaram barreiras impedindo o acesso dos uruguaios ao local. O governo argentino alega que as instalações violam um tratado de gestão do rio, assinado pelos países.O Uruguai pretende deixar o Mercosul?O governo uruguaio tem reafirmado seu compromisso com o Mercosul, mas também tem aumentado o tom das críticas ao bloco. Na última reunião do bloco, Vázquez pediu um "tratamento mais justo" para que "não se continuassem ouvindo os mesmos discursos nos encontros de presidentes".A assinatura, em janeiro, de um tratado de cooperação com os EUA foi visto por muitos como um passo em direção a um Tratado de Livre Comércio (TLC). O ministro da Economia, Danilo Astori, não descartou essa hipótese, que obrigaria a saída do Uruguai do bloco.Qual é a posição do Brasil sobre a disputa entre Uruguai e Argentina no "conflito das papeleiras"? O Brasil manifestou que a diferença entre os países precisa ser resolvida entre eles, e que não pretende mediar o conflito.A postura neutra do Itamaraty irritou o chanceler uruguaio Reinaldo Gargano que afirmou que "Brasil e Venezuela deveriam defender o Uruguai contra os bloqueios de trânsito realizados pelos argentinos".A disputa entre Argentina e Uruguai foi levada a dois foros. Os dois países se enfrentaram em Haia, que decidiu em favor dos argentinos. O outro foi uma mediação por parte do rei da Espanha, Juan Carlos I, que ainda está em andamento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.