finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Entidades farão ato contra novas regras de tributação

A Frente Brasileira Contra a MP 232, liderada pela Associação Comercial de São Paulo e formada por entidades representativas da Capital, anunciou hoje que realizará no próximo dia 15, um ato público contra a Medida Provisória 232, que aumentou a base de cálculo da Contribuição Social sobre Lucro Líquido (CSLL) e do Imposto de Renda retido na fonte para os prestadores de serviços, que optarem por pagar com base no lucro presumido.O ato está marcado para o dia 15 de fevereiro, às 10h30, em frente ao Clube Espéria, na Capital. Os organizadores pretendem reunir 3 mil pessoas. Em nota distribuída à imprensa, a presidente do Sindicato Nacional das Empresas de Arquitetura e Engenharia Consultiva (Sinaenco), Norma Gebran Pereira, disse que a MP 232 é um golpe contra setor produtivo e a população. "Em vez de aumentar a carga tributária, por que o governo federal não implementa instrumentos que favoreçam as empresas, o desenvolvimento econômico e, conseqüentemente, o aumento do nível de emprego?", questionou.Até o dia do ato, a Associação Comercial espera que o número de entidades representativas que compõe a Frente Brasileira Contra a MP 232 aumente. Por enquanto, fazem parte da Frente a Força Sindical, Sinaenco, Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade (Anefac), Conselho Regional de Economia (Corecon) de São Paulo e Paraná, Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (Crea) de São Paulo e Paraná, Federação do Comércio (Fecomércio) de São Paulo e Rio Grande do Norte, Instituto Brasileiro de Relações com Investidores (Ibri), Ordem dos Economistas de São Paulo, Ordem dos Advogados do Brasil - Secção São Paulo (OAB/SP), Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) de São Paulo e Minas Gerais, Sindicato da Habitação (Secovi) de São Paulo, Rio Grande do Norte, Santa Catarina, entre outras entidades.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.