Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Entidades pedem suspensão de leilão de petróleo

A 9ª Rodada de Áreas Exploratórias de Petróleo e Gás Natural que a Agência Nacional do Petróleo (ANP) realiza na próxima semana é o principal alvo de um documento enviado ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva e à ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff. Sindicalistas, entidades de classe e representantes de renome da esquerda brasileira reivindicam a suspensão do leilão e a readequação da lei do petróleo em vigor "para salvaguardar a nossa soberania e garantir que o petróleo e gás produzidos sejam prioritariamente para abastecer nosso mercado interno". A lista de 146 assinaturas no documento é bastante eclética. Além dos tradicionais representantes de classe, como a Federação Única dos Petroleiros (FUP), participam nesta reivindicação o governador do Paraná, Roberto Requião, o arquiteto Oscar Niemeyer, os atores Osmar Prado e Letícia Sabatella e até a Associação de Favelas do Rio de Janeiro. Hoje, a partir das 17 horas, o grupo realiza ato de protesto contra a realização do leilão no centro do Rio. Amanhã é o último dia para as empresas interessadas em participar do leilão depositarem a garantia em dinheiro para a disputa dos blocos.

KELLY LIMA, Agencia Estado

22 de novembro de 2007 | 14h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.