Entrada da Venezuela no Mercosul será discutida na Camex

Os impactos econômicos da adesão da Venezuela como membro pleno do Mercosul serão discutidos a partir das 16 horas desta terça-feira, na reunião da Câmara de Comércio Exterior (Camex). Também será feita uma avaliação da última rodada de negociações da rodada Doha da Organização Mundial do Comércio (OMC), realizada no último final de semana em Genebra, na Suíça. As informações foram divulgadas pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). Já as alterações na legislação cambial, em estudos na área econômica do governo, não constam da pauta da reunião, segundo o MDIC. Participam da reunião da Camex os ministérios do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior; da Fazenda; da Casa Civil; do Planejamento; da Agricultura; do Desenvolvimento Agrário e das Relações Exteriores. A entrada da Venezuela no Mercosul será formalizada logo mais à noite, em Caracas, em uma solenidade da qual participarão o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e os atuais sócios no Mercosul: Néstor Kirchner, da Argentina, Tabaré Vázquez, do Uruguai e Nicanor Duarte Frutos, do Paraguai. Também está convidado o boliviano Evo Morales.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.